Buscar

20/03/2013 21/03/2013 09h45m

Museu Treze de Maio lança campanha dos 110 anos no Dia Internacional de Luta contra Discriminação Racial

Cartaz é uma das peças de mídia da campanha de divulgação do Museu Treze de Maio, lançada nesta quinta (21)

O Museu Comunitário Treze de Maio comemora 10 anos de existência no dia 13 de maio de 2013, por meio da campanha “100 anos de historia vivida, 10 anos de historia contada”. O espaço é um ponto de preservação e difusão da cultura negra em Santa Maria. Sua atuação é um processo em constante construção, feita dia a dia, a cada minuto partilhado com antigos e novos personagens.

E para que essa história continue sendo contada e seus personagens se multipliquem, o museu comemora mais um ano de resistência e cultura na cidade, com o lançamento de uma campanha de divulgação nesta quinta-feira (21), data alusiva ao Dia Internacional de Luta contra Discriminação Racial.

Também está sendo organizado um período de atividades denominado 1º Festival Municipal de Artes Negras- FESMAN. O cronograma inicia no dia 10 de maio, culminando no dia 13 de Maio. A programação definitiva será lançada até o final deste mês.

O Treze de Maio, que está localizado na Rua Silva Jardim, 1407, Bairro Rosário, mantém convênio com a Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Município da Cultura. Quem deseja saber mais sobre este espaço de cultura, além de visitar pessoalmente o Museu pode acessar a página www.facebook.com/museutreze.demaio ou o blog www.museutrezedemaio.blogspot.com.br.

A campanha

Neste ano, a campanha “100 anos de história vivida, 10 anos de história contada” será um marco histórico na comemoração do aniversário do primeiro Museu Comunitário de preservação, valorização e difusão da cultura afro-brasileira do Rio Grande do Sul.

O Treze é uma instituição presente na cidade há décadas, porém suas ações têm pouca visibilidade. A campanha vem neste sentido, para convidar as pessoas para que conheçam o local. Por isso, o tema e o slogan da campanha, que será lançada nesta quinta, retomam a história do Museu e também fazem um convite à comunidade santa-mariense: “venha conhecer o museu e seja mais um personagem desta historia”.

A campanha de aniversário conta com uma série de peças de mídia impressa, eletrônica e alternativa como capa para facebook, cartaz para divulgação impressa e spots para rádio. A identidade visual da campanha conta com desenhos do artista negro, Alexon Messias, também presentes em um mural no museu.

A campanha é fruto de uma parceira do Museu com a disciplina de Comunicação para o 3º Setor, do Curso de Comunicação Social da UFSM. Estão colaborando nessa atividade: Nei D'Ogum, Marta Nunes, Franciele Oliveira, Luciele Oliveira e Giane Vargas Escobar, por parte do Museu Treze de Maio e os estudantes Taianne Teixeira, Grazielle Fonseca, Maurício Duarte Denardin, José Luís Zasso e Amanda Fiuza, sob a coordenação da professora Sandra Rubia da Silva, por parte da UFSM.

O Clube Treze de Maio, 100 anos de história vivida

O atual Museu Comunitário Treze de Maio, iniciou sua história em 1903, como Sociedade Cultural Ferroviária Treze de Maio. Clube Social fundado por negros e para negros em alusão ao treze de maio de 1888, data que marca a “abolição” da escravatura.

O antigo clube foi construído pelos próprios ferroviários negros da cidade, local onde se realizavam bailes de carnaval adulto e infantil, bailes de debutantes, baile da primavera, baile dos casados, baile da balança, grupos de teatro itinerante, campeonatos de futebol de salão e de campo, aulas de etiqueta para moças e concursos de beleza, além de incentivarem seus associados jovens a ingressarem na universidade.


O Museu Treze de Maio, 10 anos de história contada

Após a decadência do clube o espaço permaneceu abandonado, até que em 2001, integrantes do movimento negro da cidade juntamente com estudantes de Museologia resolveram adotar o espaço com a proposta de recuperá-lo, revitalizá-lo e transformá-lo em Museu Comunitário, cuja proposta principal busca a valorização das pessoas e a preservação da memória e da cultura negra da comunidade santa-mariense.

Em 2004, o prédio foi tombado como Patrimônio Histórico de Santa Maria, devido a sua importância afetiva e histórica. Hoje, o museu é procurado e frequentado por militantes negros, por pessoas que faziam parte da antiga sociedade, por participantes do grupo de dança afro, capoeira, percussão e samba. Além do público interessado em atividades de pesquisa, encontros, dinâmicas, oficinas e debates.


Para saber mais

Por que 21 de março?

21 de Março - Dia Internacional contra a Discriminação Racial

No dia 21 de março de 1960, na cidade de Joanesburgo, na África do Sul, 20 mil negros protestavam contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular.

No bairro de Shaperville, os manifestantes se depararam com tropas do exército. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou sobre a multidão, matando 69 pessoas e ferindo outras 186. Esta ação ficou conhecida como o Massacre de Shaperville. Em memória à tragédia, a ONU - Organização das Nações Unidas - instituiu 21 de março como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

Fonte:
Calendário Internacional da Cultura Negra

http://www.palmares.gov.br/2011/03/calendario-internacional-da-cultura-negra-2/#mes3

http://www.geledes.org.br/em-debate/colunistas/13482-21-de-marco-leci-brandao-nosso-racismo-de-cada-dia
http://www.geledes.org.br/acontecendo/noticias-mundo/africa/4982-21-de-marco-dia-internacional-contra-a-discriminacao-racial


Mais informações:

http://www.facebook.com/museutreze.demaio

www.museutrezedemaio.blogspot.com.br

Contato: Nei (55) 9906 8255 ou Marta (55) 9685 4473

 

Texto: Divulgação Museu Comunitário Treze de Maio/ Curso de Comunicação Social UFSM
Edição: Jorn. Vera Jacques/Prefeitura de Santa Maria
 





Prefeitura Municipal de Santa Maria
Centro Administrativo, Rua Venâncio Aires, 2277
Expediente externo: 7h30 às 13
Telefone: (55) 3921.7000 CEP: 97010-005

© Copyright 2018, Todos os direitos reservados.

Topo da Página | Página Inicial