Buscar

13/09/2017 14/09/2017 17h19m

Prefeitura e Associação do Brique da Vila Belga buscam aproximação em prol do evento

Iniciativa de moradores da Vila Belga foi criada em 2015 (Foto: Deise Fachin)

Diretoria da entidade e Poder Público estão em acordo para buscar melhorias para o evento realizado, de forma independente, desde 2015

 

Buscando estreitar relações com o Poder Público, representantes da Associação do Brique da Vila se reuniram com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Ewerton Falk, na manhã desta quarta-feira (13). Durante o encontro, o grupo discutiu de que maneira a Prefeitura pode auxiliar a desenvolver ainda mais o evento, a partir da elaboração de políticas públicas que possibilitem um regramento ordenado aos expositores.

“Ficamos feliz pelo fato dos idealizadores do Brique da Vila Belga terem nos procurado para aproximar a Prefeitura deste evento. Foi uma iniciativa que nasceu sem a ajuda do Poder Público e já está reconhecida e fixada no calendário da cidade”, afirmou Falk.

A intenção é que o evento possa ganhar ainda mais visibilidade, ao mesmo tempo em que a iniciativa dê condições de formalização e reconhecimento aos artesãos e expositores. Com isso, o desejo de todos é que o Brique da Vila Belga possa ser referência no Brasil como uma iniciativa popular de organização, comércio, entretenimento, cultura e sustentabilidade.

Os organizadores do evento também solicitaram apoio da Prefeitura para a instalação de banheiros químicos durante os dias de brique, realizado sempre no primeiro e terceiro domingo de cada mês. Em contrapartida, Ewerton Falk solicitou que seja enviado à secretaria, antecipadamente, o calendário das edições previstas para ocorrerem em 2018.

“Queremos estar próximos em todos os sentidos, por isso a importância de termos o calendário do próximo ano em mãos. Também vamos providenciar uma reunião com o prefeito Jorge Pozzobom para discutirmos outras ações para propor ao evento. O prefeito é um entusiasta do Brique da Vila Belga, tanto que ele esteve junto na realização da primeira edição deste ano”, explicou Ewerton Falk.

O presidente da Associação do Brique da Vila e um dos pioneiros na realização do brique, Kalu Flores, destacou que o evento tem o mérito de ter atraído o olhar da população de Santa Maria para um espaço histórico e cultural importante e que precisa de movimento e de circulação de pessoas.

Participaram da reunião a diretora cultural do Brique da Vila Belga, Liz Portalet, o responsável financeiro, Tibérius Vasconcelos, o coordenador Pedro Eduardo Rodrigues e a assessora Schirlei Stock. A secretária ajunta de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Ticiana Fontana, também esteve presente.

Criado em março de 2015, o Brique da Vila Belga já realizou 56 edições. Atualmente, 250 expositores participam do evento, realizado sempre no primeiro e terceiro domingo de cada mês. É um espaço para produtores de cultura, arte, artesanato e gastronomia. Os visitantes também encontram brechó, antiguidades, discos, livros e atrações culturais.

 

Texto: Ana Bittencourt (Mtb 14.265)
Fotos: Deise Fachin
Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

 





Prefeitura Municipal de Santa Maria
Centro Administrativo, Rua Venâncio Aires, 2277
Expediente externo: 7h30 às 13
Telefone: (55) 3921.7000 CEP: 97010-005

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.

Topo da Página | Página Inicial