06/02/2018 06/02/2018 12h06m

Mais de oito mil atendimentos em 2017 confirmam a importância do Arquivo Histórico para o Município

Trabalho no Arquivo Histórico garante a preservação da história do Município e disponibiliza para consulta da população (Foto: João Alves)

Memória da cidade está reunida no acervo, composto por fotografias, documentos, jornais e revistas

 

Com uma equipe qualificada formada por servidores do Município, prestadores de serviços terceirizados, estagiários e uma profissional arquivista, o Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria – que em 2018 completa 60 anos de fundação – comemora 8.355 atendimentos realizados de janeiro a dezembro de 2017 (veja números detalhados abaixo). Os dados foram apresentados à Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, na segunda-feira (05), e registram, além de números, todas as atividades promovidas e realizadas no espaço durante o período.

De acordo com a arquivista responsável pelo local, Daniéle Calil, os mais de oito mil atendimentos contabilizam as pesquisas realizadas no Arquivo Histórico, os atendimentos realizados por e-mail, o número de acessos no acervo digital, os atendimentos prestados durante as visitas guiadas e aulas oferecidas, além da participação de pessoas nos eventos promovidos ou apoiados pelo Arquivo.

“Consideramos 8.355 um número bastante significativo, se compararmos com outras cidades de grande porte. Caxias do Sul, por exemplo, divulgou, recentemente, que realizou quatro mil atendimentos no mesmo período”, sintetiza Daniéle Calil.

O relatório ainda traz o perfil dos usuários que frequentam o local. De acordo com o documento, o público que visita o Arquivo Histórico é formado por estudantes de graduação e de pós-graduação dos cursos de História, Arquivologia, Ciências Sociais, Turismo, Arquitetura, Patrimônio Cultural, dentre outros. O local também é procurado por professores universitários, pesquisadores da história de Santa Maria, estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, além dos usuários virtuais que desenvolvem pesquisas on-line por meio da plataforma http://web2.santamaria.rs.gov.br/arquivohistorico/.

“Também nos dedicamos a estudos e pesquisas no acervo sobre a história de Santa Maria representada em locais como o Clube 21 de Abril e a Sotéia, além de divulgarmos constantemente o Arquivo Histórico, por meio do site, folderes, da imprensa local e das redes sociais”, afirma a arquivista Daniéle Calil.

 

ACERVO DO JORNAL A RAZÃO SERÁ DIGITALIZADO NA ÍNTEGRA
Uma das atividades de maior relevância realizadas pelo Arquivo Histórico no ano passado foi a preservação do extinto Jornal A Razão. Segundo a arquivista Daniéle Calil, para organizar e disponibilizar os 83 anos de história do jornal na rede mundial de computadores, a equipe iniciou a higienização das edições, a retirada de grampos e a transferência do conteúdo impresso nas páginas para a internet. O periódico encerrou suas atividades no último final de semana de fevereiro de 2017.

“Ainda estamos no início do processo. Já digitalizamos alguns exemplares e é um trabalho muito minucioso e complexo. Mas esperamos disponibilizar todas as edições do Jornal A Razão para que qualquer pessoa, de qualquer lugar, possa ter acesso ao seu conteúdo de extrema importância, pois carrega muito da história de Santa Maria”, conclui.

Recentemente, o ex-assessor da direção do jornal, Gaspar Miotto, esteve reunido com a arquivista responsável pelo Arquivo Histórico, Daniéle Calil. A intenção, segundo Miotto, é doar ao Município todo o acervo do jornal, considerado um material riquíssimo e de grande valor histórico. A data para entrega do material ainda não está definida. O jornalista e ex-diretor de A Razão, Alexandre De Grandi, confirma a intenção de disponibilizar todo o acervo para a Prefeitura.

“Estamos tratando disso com a Daniéle. A Razão está incluída na história de Santa Maria e contou parte dela, nada mais justo que esse registro fique à disposição da comunidade. Infelizmente, a crise econômica que se abateu sobre os veículos impressos forçou a interrupção das atividades do jornal, mas o que ele fez pela cidade ao longo de sua trajetória é fundamental e não será esquecido”, afirma De Grandi.

 

NÚMEROS DE ATENDIMENTOS
Pesquisas na sede do Arquivo Histórico: 312
Atendimentos por e-mail: 428
Acessos ao acervo via página na internet: 6.598
Atendimentos na sede (visitas e aulas): 58
Participantes em eventos promovidos ou apoiados pelo Arquivo Histórico: 959
Total de atendimentos em 2017: 8.355

 

COMO PESQUISAR OU VISITAR
Quem deseja conhecer o local ou realizar pesquisas no acervo é só realizar agendamento pelo telefone ou e-mail

 

CONTATO
Centro Integrado de Cultura Evandro Behr
Rua Appel, nº 900 – Bairro Fátima
Telefone: (55) 3222- 8300
Site: http://web2.santamaria.rs.gov.br/arquivohistorico/         
E-mail: arquivohistoricosm@gmail.com ou arquivohistorico@santamaria.rs.gov.br

 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
De segunda a sexta, das 7h30min às 12h e das 13h às 16h30min

 

AMARQHIST
Faça parte da Associação dos Amigos do Arquivo Histórico Municipal de Santa Maria (AMARQHIST) e colabore com a preservação da história de Santa Maria e região. Associe-se! Informações via telefone (55) 3222-8300 e por e-mail amarqhist@gmail.com

 

Texto: Ana Bittencourt (Mtb 14.265)
Fotos: João Alves (Mtb 17.922)
Superintendência de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria







Secretaria de Município de Cultura, Esporte e Lazer
Endereço:
Rua Venâncio Aires, 1934 (SUCV), 2º andar
Expediente: De segunda a sexta-feira das 7h30 às 13h (expediente externo) e das 14h às 16h30 (expediente interno
Telefone: 55 3921 7250 / 3921 7255 CEP: 97010-004
E-mail: culturaesportesm@gmail.com


© Copyright 2018, Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento STI/SMG

Topo da Página | Página Inicial