11/12/2016 11/12/2016 02h11m

Tertulinha mostra futuro aos talentos, confira os classificados; radialistas opinam sobre a Tertúlia

fotos João Alves MTb 17.922 André Campos, Keyla Marques

 

A Tertulinha propicia um espaço para livre manifestação às crianças e adolescentes lhes despertam a veia artística, a extraordinária experiência de estar em cima de um grande palco, com um público qualificado, isso tudo não é pouca coisa, é de fazer tremer a perna e superar o medo, disse a secretária Marília Chartune, para encher de elogios os participantes da Tertulinha.

As músicas não precisam ser inéditas, então o que se vê são os aplausos do público e, nisso, o curioso é observar o domínio de palco dos jovens diante da platéia e, mais tarde, o nervosismo ante os repórteres que os esperam na frente do palco, o que contrasta com essa firmeza e que encanta a todos na interpretação musical.

Confira os classificados da Tertulinha:

Categoria Mirim

Segunda noite

1) Nome do intérprete: Murilo Vargas

Cidade: Santo Ângelo

Música: Veterano

Autores da Letra: Augusto Ferreira e Ewerton Ferreira

Autores da Melodia: Augusto Ferreira e Ewerton Ferreira

3) Nome da intérprete: Maria Fernanda Maciel Ramos da Costa

Cidade: Porto Alegre

Música: Amorável

Autor da Letra: Jaime Vaz Brasil

Autor da Melodia: Zé Alexandre

Categoria Juvenil

Primeira noite

3) Nome da intérprete: Luis Arthur Seidel Souza

Cidade: Guaíba

Música: O espelho

Autor da Letra: Colmar Duarte

Autor da Melodia: Pirisca Grecco

Segunda noite

3) Nome da intérprete: Isabelle Jung Mottini

Cidade: Porto Alegre

Música: Retrato dos meus pelegos

Autor da Letra: Olgi Zauza Kreji

Autor da Melodia: Piero Ereno

O ex-prefeito Cezar Schirmer percorreu o espaço destinado à imprensa para manifestar a sua satisfação de ter tido em seu governo a contribuição de trazer de volta a Tertúlia em parceria com a AT Estância do Minuano e demais apoiadores. “Sentimo-nos rejuvenescidos, com o senso de dever cumprido e animados em constatarmos que Santa Maria não vai mais abandonar a Tertúlia, que ela permanecerá viva para a história e para o futuro da identidade cultural da cidade”, disse ainda que  “a Tertulinha das crianças é um marco inovador, ela traz a grandeza de valores necessários ante um momento de escassez de virtudes e de atitudes que contribuem para moldar nos jovens um perfil de caráter e personalidade com integridade e altivez”, destacou o secretário de Estado da Segurança.

Reconhecimento

A secretária de Cultura, Marília Chartune, agradeceu ao ex –prefeito Cezar Schirmer pelo apoio que sempre dedicou ao festival e, também, ao prefeito José Farret, com imensa sensibilidade, ante a contenção de despesas, de final de governo, apoiou e manteve a Tertúlia em sua essência. Ela também endossou um agradecimento especial, para a imprensa, rádios, jornais, TVs, “poderosíssimos instrumentos de suporte entre o público geral e o objetivo de querer fazer algo; sem vocês seria difícil, quase impossível”, declarou. 

 

Ao vivo, as rádios contribuem muito

Entre os radialistas que fazem a cobertura do evento, o autor de letras consagradas no nativismo, Leonel Colvero, destacou o alto nível das concorrentes, e lamentou a “afluência limitada do grande público, talvez devido a mudança de local, da Gare para o CDM, mas ainda assim, um auditório qualificado e exigente, com foi facilmente observado”, destacou o comentarista. Ele elogiou a gratuidade do ingresso e a contribuição efetiva para a música e para acervo dos festivais que a Tertúlia permite às futuras gerações: “ainda  hoje, músicas dos primórdios, quando o evento ainda se realizava na Estância do Minuano, são tocadas nas rádios ou remasterizadas em novas edições”, disse Côlvero. Ele elogiou a qualidade das letras e lembrou que o festival se abre para um cenário que não é apenas nativista, mas, acima de tudo, musical.

O radialista Sérgio Capriolli também foi enfático em destacar a qualidade das composições concorrentes, no entanto, ele observou algo que não pode passar despercebido: “o cuidado com a indumentária, o palco ainda é o lugar onde além da arte musical e poética, também se mostra a permanência das vestes, da indumentária característica e histórica não apenas de um estilo como de uma identidade do gaúcho”, enfatizou. Capriolli observou uma nota 8, numa escala entre 1 a 10 para definir o conjunto da obra.

Cerimonial em destaque

A impecável apresentação, nas duas noites, teve a contribuição de Ogier Rosado e Maristela Moura, ambos precisos e com vozes inspiradas para dar o tom e a dimensão do acontecimento na perspectiva de enunciar a música como grandeza aos olhos, aos ouvidos, aos corações e aos sentimentos de quem vibra com a arte multisecular da criação humana do poder da voz e do efeito de instrumentos em acordes harmoniosos que produzem música. 

 

André Campos, Keyla Marques, fotos João Alves MTb 17.922

Fotos

           

Voltar | Mais Notícias | Página Inicial







Secretaria de Município da Cultura
Telefone: (55) 3217-2395 CEP: 97010-005
E-mail: cultura-sm@santamaria.rs.gov.br


© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento STI/SMG

Topo da Página | Página Inicial